Conheça como surgiu a Bíblia Sagrada!

A Bíblia é um livro especial pois é o nosso manual de fé e conduta. Onde Deus deixou para que o seres humanos pudessem aprender sobre Ele e toda jornada da obra que ele fez. Mas você sabe porque a Bíblia tem esse nome? Qual é a sua origem?

A Bíblia é a palavra de Deus em linguagem humana. É o registro que Deus fez de si mesmo aos homens. Nela esta escrita várias histórias de grandes homens e mulheres. E dessa maneira mostra desde a criação do mundo até a revelação do fim dos tempos.

A Bíblia é o livro que nos rege em matéria de religião especificamente de fé cristã, pois é a nossa regra de fé, prática e conduta. Não foi algo criado do dia para a noite. E o que está escrito nela é poderoso e transformador, e por isso não pode ser tratado como um livro qualquer.

Ela é a fiel palavra de Deus, seu conteúdo é a verdade, e autoridade única em matéria de religião, revela o destino final do mundo e os critérios pelos quais Deus julgará todos os homens. ( Is.34.16)

Muitas pessoas tem curiosidade em saber como a bíblia surgiu, e qual é a sua origem. E aqui vamos apresentar o caminho que levou para que a bíblia chegasse a ser esse livro que temos em mãos. Desde o início de sua escrita, sua linguagem, as traduções, e suas divisões.

Quem escreveu a Bíblia?

A Bíblia foi escrita por homens que receberam a revelação de Deus. Os autores Bíblicos foram aproximadamente 45 a 50 pessoas entre homens e mulheres da mais distintas classes sociais e profissionais. Tais como: fazendeiros, pastores, reis, médicos e fabricante de tendas.

Eles viveram em lugares e tempos diferentes, mas o Espírito Santo os inspirou e todos eles escreveram dentro da mesma proposta com a mesma coesão segundo a vontade de Deus.

Existem vários processos envolvidos na criação da Bíblia e que são de extrema relevância. O primeiro deles é a revelação, que é o processo de Deus ir se manifestando a si próprio de pouco a pouco, e também sua mensagem, ou vontade, a seus mensageiros humanos (Gen.12.1; Ex.20:1; Is. 6.1-8; Ap.1.1).

Homem escrevendo com pena
Imagem Ilustrativa

O próximo é a Iluminação, que é o entendimento espiritual concedido pelo Espírito Santo de Deus, a fim de habilitar o homem a assimilar a verdade revelada (Jo.14.16 e17,25,26). Dessa forma os homens escolhidos recebiam a iluminação do espírito para que pudessem escrever.

A Inspiração que é a unção do Espírito Santo no mensageiro humano, infundindo e que dá poder na entrega da mensagem de Deus (Jr.1.9,Ez.1.3, Gl1.11 e 12).O conteúdo da Bíblia é a verdade, sem mescla de erro e por isso é um verdadeiro tesouro de instrução divina.

Deus não erra, então comunicou com perfeição a sua mensagem e garantiu que os escritores bíblicos a registrassem sem erro. Como o Davi escreveu: “A lei do Senhor é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos simples. Salmos. 19.7

A origem da palavra

A palavra bíblia se origina da palavra Biblion que vem do grego e significa, biblioteca ou coleção de livros. Pois dentro de apenas um livro contém outros 66.

Ela é dívida em duas partes principais: o Antigo Testamento e o Novo Testamento. O antigo testamento contem 39 livros e no novo testamento 27, somando um total de 66 livros. A bíblia possui uma infinidade de assuntos, aborda várias histórias, que trazem vários ensinamentos.

Bíblia aberta
Imagem Ilustrativa

Entre esses variados assuntos que a Bíblia traz estão: história, leis, poesias, filosofia, profecias, ciências, sociologia, salvação e uma infinidade de outros assuntos. Dessa forma nós consideramos a Bíblia uma inesgotável fonte de saber, e uma poderosa arma nas mãos de quem se deixar ser usado por Deus.

A Bíblia contém verdades que não se acham noutros livros. Muito embora o homem possa descobrir algumas verdades sobre Deus, na natureza e na razão, como fizeram os filósofos gregos, é mais que evidente que a mensagem bíblica excede em muito a tais fontes de conhecimento.

Os idiomas originais da Bíblia

Atualmente a bíblia se encontra traduzida nas diversas línguas espalhadas pelo mundo. Porém para que isso acontecesse, existiu todo um processo de tradução, pois ela foi escrita em três diferentes idiomas.

Portanto o velho testamento foi escrito originalmente na língua Hebraica. Que era a língua falada pelo povo de Israel dos primórdios até aos dias de hoje.

O novo testamento foi escrito na língua Grega, grego coinê ou comum. E na época em que Jesus habitava na terra esta era a língua oficial no mundo. E dessa forma na formação dos escritos do novo testamento.

Pessoa lendo
Imagem Ilustrativa

Existem algumas partes do novo testamento escritas em Aramaico que foi uma língua assimilada pelos israelitas nos tempos de cativeiro na Síria. O Aramaico era a língua usada pela maioria das pessoas na Palestina em muitas cidades pequenas na região da Galiléia.

Então Jesus utilizava essas língua nas suas conversações, pois era língua falada e compreendida até fora da fronteiras da Galiléia. A língua hebraica era falada em ambiente religioso. Jesus utilizava nos ensinos e nas discussões com os fariseus a língua grega como está relatado em Marcos: 5.41; 7.34, são algumas evidências de textos escritos em língua aramaica. Existem mais porém são poucas.

Veja também: Bíblia Sagrada No Celular! Veja As Funcionalidades Do App

Raquel de Paula

Graduada em Ciências Econômicas, sou Cristã Protestante, ativa nas atividades da Igreja. Escrevo para O Correio de Deus e para outros sites do Grupo SED.

Deixe um comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo