Ataque da Rússia na Ucrânia: ucranianos oram por paz após ataques

Após quatro meses de crise com o Ocidente, aconteceu o ataque da Rússia na Ucrânia nesta quinta-feira (24), naquilo que Kiev chamou de invasão total. É mais grave crise militar na Europa desde a Segunda Guerra Mundial.

Desde as primeiras horas do dia sirenes foram ativadas em Kiev e a população formou longas filas de carros nas principais avenidas da cidade.

De acordo com as autoridades ucranianas as primeiras horas do ataque russo, havia resultado cerca de 50 vítimas mortais. As explosões foram tão estrondosas que foram ouvidas por moradores de diversas cidades vizinhas ao ataque.

Dessa forma o presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky convocou a população ucraniana a pegarem suas armas para defender o país.

O presidente Russo antes dos ataques havia se pronunciado dizendo que não poderia tolerar as “ameaças da Ucrânia” como justificativa para os ataques. E recomendou que os soldados ucranianos largassem suas armas e voltassem para casa.

E diante da possibilidade de ação da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), Putin declarou que não irá aceitar qualquer interferência estrangeira no conflito.

Após ataque da Rússia na Ucrânia grupo de ucranianos é visto orando em praça

Diante desse cenário caótico, estão circulando vários vídeos dos bombardeamentos na capital Kiev. Existe um vídeo que tem chamado a atenção de toda a internet.

Se trata de um grupo de ucranianos, que após os ataques, se reuniram em uma praça se ajoelharam e ali começaram a orar, possivelmente para que houvesse paz e todos os inocentes fossem protegidos.

Reprodução via Instagram

Essa cena foi filmada durante a transmissão de um jornal da capital Kiev. A tensão só aumenta, pois o EUA tinha anunciado que vai responder os ataques junto com os aliados. Prontamente, Putin ameaçou que quem se envolver com a crise, irá receber ataques nunca vistos na história.

Relatos de um missionário da Ucrânia

O missionário natural da Ucrânia Anatoliy Shmilikhovskyy, membro da Igreja Batista brasileira. Onde reside atualmente com a sua família, gravou um vídeo para relatar um pouco da situação nesse momento em seu país. Após o início do ataque da Rússia na Ucrânia promovida pelo presidente Vladimir Putin.

Falando em português, Anatoliy pediu orações aos irmãos em Cristo para que Deus intervenha na guerra desencadeada pela Rússia. Ele disse estar em segurança, pois a cidade onde mora “ainda” não foi alvo dos russos.

Ataque da russia na ucrania ucranianos oram por paz apos ataques
Fonte: Google

Ele disse: “Vou tentar da uma informação para vocês, porque nós entendemos com perfeita precisão, que Deus está no controle, e se Ele permite que a gente aqui na Ucrânia passe por essa situação, então… cabe a nós estar aqui com a sua Igreja, com o povo”.

“Aqui por enquanto está tranquilo, mas o Exército russo está bombardeando todos os lugares estratégicos da Ucrânia, onde tem bases militares”.

A situação está muito grave, ao ponto que o presidente ucraniano convocasse todos os cidadãos aptos para lutar. O missionário explicou a gravidade da situação:

“Estamos mobilizando as igrejas, em primeiro lugar para orar… hoje eu posso dizer pra vocês, infelizmente a guerra também pode mudar a nossa teologia, e o povo ucraniano está se defendendo, o Exército ucraniano está combatendo, mas a nação está em estado de choque”, destacou Anatoliy.

Ele então convoca a igreja para que se iniciem jejum e oração pela vida dos cidadãos da Ucrânia.

“Se você está assistindo esse vídeo, por favor, se há possiblidade, se unam às igrejas que estão em jejum e oração. A gente tem a absoluta certeza que a oração pode fazer a absoluta diferença”

“Chegou a hora de clamar a Deus”, disse ele. “Temos que reconhecer que o mundo a partir de hoje será diferente.” Ele declarou.

Considerações finais

Essa é uma situação muito delicada, o que nós como igreja do Senhor podemos fazer é orar e interceder pelas vidas que estão enfrentando essa guerra de perto.

Que o Senhor tenha misericórdia e toque no coração dos governantes para que esse ataque da Rússia na Ucrânia possa terminar.

Que possam resolver as questões políticas de forma civilizada, sem a necessidade de que algo maior e pior aconteça.

Reúna sua igreja, seu grupo de célula e interceda pela vida dos cidadãos da Ucrânia. Que possamos ter a mesma fé que os irmãos que estavam em oração na praça. Para que a paz possa ser estabelecida novamente.

Deus abençoe!

Veja também:

Raquel de Paula

Graduada em Ciências Econômicas, Cristã Protestante, e ativa nas atividades da Igreja. Escrevo para O Correio de Deus e para outros sites do Grupo SED.

Deixe um comentário

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo