Menino de 8 anos salva irmã
Cami e seu irmão herói Tino após o desfecho da história

Um menino de apenas 8 anos de idade acabou salvando a vida da irmã de maneira heroica.

Sua irmã estava se afogando em uma piscina, ninguém saberia se o irmão não tivesse visto e alertado a mãe, que ao tirar a menina da piscina realizou os procedimentos de primeiros socorros.

A mãe, Diana, deu uma entrevista onde demonstrou orgulho do filho e ressaltou que ele fez o que um irmão deveria fazer.

Tino Conboy, de 8 anos, é celebrado como herói, por ter salvado a irmã que sem uma intervenção rápida e precisa, poderia ter perdido a vida. A calma do irmão foi fundamental para o resgate da menina.

“Estou tão impressionada com ele. Ele estava tão calmo e controlado”, disse a mãe orgulhosa de seu filho.

A sua irmã teria ido tomar banho na piscina, quando começou a se afogar.

O caso aconteceu na Califórnia, e Tino Conboy de apenas 8 anos conseguiu gritar e alertar a mãe a tempo.

Segundo a mãe de Tino, ele se manteve calmo, o que foi crucial para a eficácia do resgate. “Ele estava tão calmo e controlado”, disse Diana após o incidente. Sua filha, Cami, teria perdido a vida se seu irmão não tivesse intervindo.

Irmão salva irmã de afogamento

Quando o fato ocorria, Tino foi o primeiro a ver que algo ruim estaria prestes a acontecer, foi quando ele gritou a mãe. “Eu olhei para a piscina e então vi a Cami lá dentro. Eu disse, ‘Mãe!’”, relatou Tino.

Após tirar Cami da piscina, Diana realizou procedimentos que aprendeu em seu treinamento de enfermeira, a RCP. Enquanto ela realizada os procedimentos, instruiu seu filho Tino a ligar para a polícia, e foi o que ele fez imediatamente agilizando o atendimento à irmã.

Ao ser retirada da água a menina estava imóvel, garante Diana e seu filho Tino. Ela só foi reagir aos procedimentos de reanimação alguns minutos depois, que vomitou e começou a respirar normalmente.

“É uma espécie de borrão para mim porque parecia que o momento era para sempre, mas tenho certeza que foram apenas alguns minutos”, Diana continuou.

O menino relata que a irmã despertou esse “grito” dentro dele, e ele conseguiu ter calma e gritar sua mãe nesse momento de angústia.

Ao ouvir o grito sua mãe veio correndo e saltou dentro da piscina para tirá-la de lá. “Basicamente, Cami me deu força e foi assim que eu tive o poder de gritar. E então mamãe veio e saltou para tirar Cami”, disse o garoto herói.

Cuidados tomados após o acidente

Após todo o ocorrido, Diana resolveu colocar uma cerca em volta da piscina para que esse tipo de ocorrido não volte a acontecer.

Vale o cuidado para quem tem piscina em casa e crianças, todo cuidado é pouco e não sai caro prevenir.

Casos como este são comuns em todo o mundo, e muitas das vezes é por questões de descuido e falta de prevenção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui